Imagem Resina - São Valentim - 30 cm

Imagem Resina - São Valentim - 30 cm

  • REF. 25929
  • Disponibilidade: Pronta Entrega
  • R$ 109,00

    R$ 109.00
  • 1x de R$ 109,00 sem juros
  • ou R$ 103,55 à vista
A Imagem Resina - São Valentim - 30 cm é rica em detalhes e possui alto padrão de qualidade, é mais resistente que a imagem de gesso, possuí melhor acabamento e é importada.
Calcule o freteNão sei meu CEP

Aproveite e compre junto

R$ 109,00

1x de R$ 109,00 sem juros
ou R$ 103,55 à vista

Livro : 9 Meses com Maria- Pe. Luís Erlin,CMF

R$ 36,90

Livro : A Construção de Jesus- José Tolentino Mendonça

R$ 43,80

Adorno de Porta Maria Passa na Frente

R$ 47,00

Selecione o produto desejado ao lado para adicionar à sua compra

DETALHES DO PRODUTO


Medidas aproximadas do produto

Altura: 30 cm

Largura: 8 cm

Profundidade: 7 cm

Peso: 520 gr

São Valentim e a proibição dos casamentos dos soldados


O primeiro Valentim viveu em Roma no tempo do imperador Cláudio II, o Gótico. O Império enfrentava vários problemas, com um grande número batalhas perdidas. O imperador atribuiu a culpa aos soldados solteiros. Cláudio II julgava que os solteiros menos ousados nas batalhas feriam-se levemente e, logo, pediam dispensa. Conseguiam um afastamento e, quando voltavam, estavam casados. Uma vez casados, não se arriscavam mais, com a intenção de voltar vivos. Isso, segundo Cláudio II, enfraquecia as legiões. Por isso, o imperador proibiu o casamento dos soldados.


São Valentim luta pelo direito ao casamento


O Padre Valentim considerou injusta a ordem do imperador. Por isso, continuou incentivando e celebrando os casamentos. Porém, fazia-o secretamente. Quando Cláudio II soube, mandou prender o Padre Valentim e interrogou-o diante do povo. As respostas de São Valentim defendendo o matrimônio como união sagrada, querida por Deus e “sacramento”, isto é, manifestação da presença de Deus, impressionaram o imperador e todo o povo. Por isso, o imperador enviou-o apenas para uma “prisão domiciliar”. Porém, o local indicado para a prisão foi a casa do prefeito de Roma, chamado Asterio. Lá, todos eram pagãos.


Cura e conversões


O prefeito tinha um sofrimento: uma de suas filhas era cega. São Valentim prometeu aos familiares que pediria a Jesus Cristo a cura da moça. E, de fato, alguns dias depois a jovem estava curada. A essa altura, toda a família do prefeito tinha se convertido à fé cristã. O imperador não gostou e condenou-o à morte. Assim, no dia 14 de fevereiro do ano 286, São Valentim foi morto a pauladas e, posteriormente, decapitado na via Flaminia.



RELACIONADOS

Tags: São Valetim, Imagem, Resina